Clique aqui para exibir SEUS banners nesta página e pague apenas pelo sucesso

Breaking Travel News . Viagem de negócios . País | Região . Destino . Notícias do Governo . Saúde . Indústria Hoteleira . 日本 . News . Reconstruindo . Segurança . Esportes . Turismo . Notícias de viagens . TENDÊNCIA . Diversas Notícias

Primeiro caso COVID-19 relatado na Vila Olímpica de Tóquio

Primeiro caso COVID-19 relatado na Vila Olímpica de Tóquio
Primeiro caso COVID-19 relatado na Vila Olímpica de Tóquio
Escrito por Harry johnson

Os Jogos, cancelados no ano passado devido à pandemia global de COVID-19, programados para acontecer sem espectadores e sob rígidos protocolos de saúde entre 23 de julho e 8 de agosto.

  • O primeiro caso de coronavírus na Vila Olímpica relatado durante o teste de triagem.
  • Anteriormente, um delegado nigeriano na casa dos 60 anos se tornou o primeiro visitante dos jogos hospitalizado com COVID-19.
  • As autoridades também estão tentando localizar um levantador de peso de Uganda, que não compareceu ao teste COVID-19 e desapareceu de seu quarto de hotel.

A Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 oficiais anunciaram que o primeiro caso COVID-19 foi relatado na Vila Olímpica em Tóquio, Japão, apenas sete dias antes da data de abertura dos jogos. O evento está programado para começar no dia 23 de julho e acontecerá sem espectadores e sob rígidos protocolos de saúde.

“Esse foi o primeiro caso na Vila que foi relatado durante o teste de triagem”, disse hoje Masa Takaya, porta-voz do comitê organizador. 

Tokyo 2020 O CEO Toshiro Muto confirmou que a pessoa infectada é um estrangeiro que está envolvido na organização dos jogos. A nacionalidade da pessoa não foi revelada, devido a questões de privacidade. 

A mídia japonesa também noticiou que um delegado nigeriano de 60 anos se tornou o primeiro visitante dos jogos hospitalizado com COVID-19. A pessoa testou positivo para o vírus no aeroporto na quinta-feira e foi internada em um hospital.

As autoridades japonesas também estão tentando localizar um levantador de peso de 20 anos, Julius Ssekitoleko, que não compareceu ao teste do COVID-19 e desapareceu de seu hotel em Izumisano, na prefeitura de Osaka, ontem. Ele teria deixado um bilhete dizendo que não queria voltar para Uganda.

Os Jogos, cancelados no ano passado devido à pandemia global de COVID-19, programados para acontecer sem espectadores e sob rígidos protocolos de saúde entre 23 de julho e 8 de agosto.

Tóquio deve permanecer em estado de emergência durante o torneio devido ao aumento de infecções. A capital japonesa registrou 1,271 novos casos ontem, que foi o terceiro dia consecutivo em que o aumento diário ultrapassou 1,000.

Um grupo de manifestantes passou por um local olímpico em Tóquio na sexta-feira, exigindo o cancelamento dos Jogos.

As pesquisas nacionais mais recentes mostraram que a maioria dos japoneses desejava que os Jogos fossem cancelados ou adiados, com 78% dos entrevistados dizendo que se opunham aos Jogos, apesar da pandemia COVID-19 não ter acabado. 

Notícias relacionadas

Sobre o autor

Harry johnson

Harry Johnson foi o editor de atribuição de eTurboNews por mais de 20 anos. Ele mora em Honolulu, Havaí, e é originário da Europa. Ele gosta de escrever e cobrir as notícias.

Deixe um comentário

Compartilhar com...