Clique aqui para exibir SEUS banners nesta página e pague apenas pelo sucesso

Breaking Travel News . Viagem de negócios . Destino . Notícias do Governo . Saúde . Indústria Hoteleira . News . Coreia do Norte . Pessoas . Responsável . Segurança . Turismo . Turista . Notícias de viagens . TENDÊNCIA

Envie o exército: Combatendo o COVID-19 ao estilo norte-coreano

Envie o exército: Combatendo o COVID-19 ao estilo norte-coreano
Envie o exército: Combatendo o COVID-19 ao estilo norte-coreano
Escrito por Harry johnson

O ditador da Coreia do Norte, Kim Jong-un, emitiu uma ordem "para estabilizar imediatamente o fornecimento de medicamentos em Cidade de Pyongyang envolvendo as poderosas forças do campo médico militar do Exército do Povo', informou a agência estatal KCNA.

Não está claro exatamente como o exército estará envolvido no esforço nacional para impedir a propagação do vírus COVID-19, mas Kim declarou que há uma necessidade primordial de 'corrigir os pontos vulneráveis ​​no sistema de fornecimento de medicamentos e tomar medidas fortes para o transporte de medicamentos'.

Kim criticou as principais autoridades do setor de saúde pública por sua 'atitude de trabalho irresponsável' em meio a um crescente surto de coronavírus, enquanto ordena que o exército norte-coreano 'ajude a estabilizar a situação'.

A ordem para o destacamento militar vem depois que Kim se enfureceu que as drogas liberadas dos estoques estatais 'não foram fornecidas aos habitantes pelas farmácias corretamente a tempo'. 

Ele acusou os funcionários civis encarregados da resposta à epidemia de 'não reconhecer adequadamente a crise atual, mas apenas falar sobre o espírito de servir devotamente ao povo'.

Coreia do Norte vem lutando contra uma propagação 'explosiva' da doença desde o final de abril, com um 'sistema de quarentena de emergência máxima' e bloqueios rigorosos introduzidos em todo o país na semana passada. As autoridades confirmaram que pelo menos um paciente morreu carregando a variante COVID-19 Omicron, mas sem testes em massa e autoridades de programas de vacinação não conseguiram atribuir outros casos ao vírus por trás da pandemia global.

O número oficial de mortos chegou a 50 no domingo, já que o número total de indivíduos infectados ultrapassou 1,213,550. Cerca de 648,630 se recuperaram, enquanto pelo menos 564,860 estão em quarentena ou recebendo tratamento, de acordo com um boletim agora publicado diariamente pela mídia estatal.

A maioria das mortes até agora está sendo atribuída a prescrições de medicamentos impróprias, overdoses e outros casos de 'negligência' por parte dos profissionais de saúde.

Diz-se que cerca de 1.3 milhão de norte-coreanos foram mobilizados para ajudar com 'serviço de informação higiênica, exames e tratamento', enquanto o Ministério da Saúde vem compilando 'diretrizes, métodos e táticas' de tratamento adequado.

Sobre o autor

Harry johnson

Harry Johnson foi o editor de atribuição de eTurboNews por mais de 20 anos. Ele mora em Honolulu, Havaí, e é originário da Europa. Ele gosta de escrever e cobrir as notícias.

Deixe um comentário

Compartilhar com...