Conselho de Turismo Africano . Companhias Aéreas . Aeroporto . Aviação . Breaking Travel News . Viagem de negócios . Destino . Educação . Notícias do Governo . Saúde . News . Pessoas . Reconstruindo . Responsável . Segurança . Turismo . Transportes . Notícias de viagens . Uganda

Uganda encerra mandato de teste de PCR para todos os viajantes de saída vacinados

Uganda encerra exigência de teste PCR negativo para viajantes de saída
Ministra da Saúde de Uganda, Honorável Jane Ruth Achieng

Em 27 de abril de 2022, a Ministra da Saúde, Honorável Jane Ruth Achieng, atualizou
ao público em uma declaração televisionada sobre a situação atual do COVID-19 e
as novas medidas que o país está tomando à luz da pandemia em evolução, da seguinte forma:

Alterações nas restrições de viagem

Dada a evolução da epidemiologia da COVID-19, no país, Ministério da
Saúde (MS)
atualizou as restrições de viagem e os requisitos de teste para
tanto os viajantes que saem como os que chegam.

A exigência de Teste de PCR por todos os viajantes de entrada e saída em
O Aeroporto Internacional de Entebbe foi ajustado da seguinte forma:

· Todos os viajantes de entrada e saída deverão apresentar comprovante
de vacinas completas contra COVID-19, exceto para viajantes com 5 anos ou menos

WTM Londres 2022 acontecerá de 7 a 9 de novembro de 2022. Registe-se agora!

· Requisito para teste de PCR feito dentro de 72 horas pré-embarque para todos
viajantes que chegam é suspenso com efeito imediato para aqueles que são
totalmente vacinado

· Exigência de teste PCR negativo feito dentro de 72 horas para todos
viajantes de saída é suspenso com efeito imediato para aqueles que são
totalmente vacinado, exceto quando for uma exigência do destino
país ou a companhia aérea

· Os viajantes com vacinação parcial ou sem vacinação serão obrigados a
apresentar um teste PCR negativo feito dentro de 72 horas da chegada.

· Os viajantes com menos de 5 anos não são obrigados a apresentar um negativo
Teste de PCR na chegada ou partida

Para garantir a vigilância adequada da COVID-19 entre os viajantes, o Ministério
realizará amostragem programada e aleatória para testes de COVID-19 para
viajantes de entrada. Os detalhes da segmentação aleatória serão anunciados em
devido tempo.

De acordo com as recomendações da Organização Mundial da Saúde, os países podem considerar ajustar a obrigatoriedade do uso de máscara facial sempre que a cobertura vacinal da COVID-19 estiver em 70% da população geral:

· Indivíduos totalmente vacinados não serão obrigados a usar rosto
máscaras quando estão ao ar livre, desde que não haja multidões

· Uso de máscaras faciais quando estiver dentro de casa ou em espaços fechados
como transporte público, lojas, escolas e escritórios etc. onde 2 metros
distância não pode ser observada com outros indivíduos é necessário se um
está vacinado ou não

· A população vulnerável ou de alto risco, ou seja. Os idosos de 50 anos
anos e acima e pessoas que vivem com comorbidades, independentemente da idade
são aconselhados a usar uma máscara facial em todos os momentos, sejam vacinados ou
não

Até o momento, Uganda registrou 164,118 casos confirmados de COVID-19 e
3,596 mortes. Há uma queda massiva no número de internações na saúde
instalações com apenas duas internações, ambas não vacinadas.

Um total de 44. 734,030 doses de várias vacinas COVID-19 foram
recebidas no país por meio de doações e compras diretas das quais
15 receberam a primeira dose da vacina COVID-268
representando 71% da população-alvo de 22 milhões.

10 pessoas foram totalmente vacinadas, representando 250,742% da meta
população e 59,542,000 receberam sua dose de reforço.

O Ministério vai embarcar na vacinação de escolares de 5 a 17 anos com a vacina Pfizer aprovada para uso em crianças.

Notícias relacionadas

Sobre o autor

Tony Ofungi - eTN Uganda

Subscrever
Receber por
convidado
0 Comentários
Comentários em linha
Ver todos os comentários
0
Adoraria seus pensamentos, por favor, comente.x
Compartilhar com...