Companhias Aéreas . Aeroporto . Aviação . Breaking Travel News . Viagem de negócios . Notícias do Governo . Notícias . Pessoas . Segurança . Tecnologia . Turismo . Transportes . Notícias de viagens . EUA

Piloto fica ferido em acidente de avião no Arizona

Piloto fica ferido em acidente de avião no Arizona
Piloto fica ferido em acidente de avião no Arizona
Escrito por Harry johnson

O acidente de hoje no Arizona é o segundo acidente do Mirage F1 no oeste dos EUA em menos de um ano.

Imprimir amigável, PDF e e-mail

De acordo com a Força Aérea dos EUA, um caça Mirage F1 de fabricação francesa caiu em uma área não residencial de Arizona hoje.

A polícia local, bombeiros e especialistas em descarte de explosivos responderam ao local do acidente, sugerindo que o lutador poderia estar armado. 

O caça e avião de ataque construído na França, projetado por Dassault Aviation era de propriedade do contratante do governo com sede na Virgínia Airborne Tactical Advantage Company (ATAC). Seus representantes confirmaram que o jato foi destruído no acidente.

O acidente aconteceu por volta das 11h, horário local, a cerca de 15 quilômetros da Base Aérea Luke – sede do Comando de Educação e Treinamento Aéreo (AETC) – a oeste de Phoenix, Arizona.

O piloto do avião, um empreiteiro militar privado, sofreu ferimentos leves ao se ejetar da aeronave quando ela caiu.

“Agradeço que ninguém se machucou no solo e o piloto foi recuperado com segurança com apenas ferimentos leves”, disse o brigadeiro-general Gregory Kreuder em comunicado sobre o incidente.

O caça Mirage F1 foi aposentado do serviço francês em 2014, mas alguns empreiteiros militares dos EUA o usam para o domínio do “esquadrão agressor” oponente dos pilotos da Força Aérea dos EUA em exercícios de treinamento.

Hoje Arizona acidente é o segundo acidente do Mirage F1 no oeste dos EUA em menos de um ano. Em maio passado, um piloto do empreiteiro militar Draken US, com sede no Texas, morreu depois que seu avião caiu em uma área residencial no nordeste Las Vegas, Nevada. Draken posteriormente aterrou sua frota Mirage F1 por três meses para investigar o incidente. Os voos foram retomados em agosto.

Imprimir amigável, PDF e e-mail

Notícias relacionadas

Sobre o autor

Harry johnson

Harry Johnson foi o editor de atribuição de eTurboNews por mais de 20 anos. Ele mora em Honolulu, Havaí, e é originário da Europa. Ele gosta de escrever e cobrir as notícias.

Deixe um comentário