Clique aqui para exibir SEUS banners nesta página e pague apenas pelo sucesso

Breaking Travel News . Viagem de negócios . Culinária . Cultura . gourmet . Saúde . Indústria Hoteleira . Investimento . News . Pessoas . Responsável . Rússia . Segurança . minha . Turismo . Turista . Notícias de viagens . TENDÊNCIA . Ucrânia . EUA

McDonald's abandona a Rússia para sempre

McDonald's abandona a Rússia para sempre
McDonald's abandona a Rússia para sempre
Escrito por Harry johnson

O McDonald's divulgou hoje um comunicado oficial anunciando que, após 32 anos, a gigante de fast-food com sede nos EUA sairá completamente da Rússia e venderá todos os seus negócios russos.

"Depois de mais de 30 anos de operação no país, a McDonald's Corporation anunciou sua saída do mercado russo e iniciou o processo de venda de seus negócios russos", disse o comunicado do McDonald's.

O McDonald's supostamente registrará uma baixa de US$ 1.2 bilhão a US$ 1.4 bilhão e reconhecerá "perdas de conversão de moeda estrangeira", como resultado da retirada russa, disse a cadeia alimentar em seu comunicado à imprensa.

McDonalds está planejando vender seus ativos russos, que incluem 850 restaurantes em várias cidades, alguns administrados por franqueados, para um comprador local.

Emprega cerca de 62,000 pessoas na Rússia e trabalha com centenas de fornecedores locais.

De acordo com o comunicado divulgado pela rede de fast-food, suas “prioridades incluem garantir que os funcionários do McDonald's na Rússia continuem sendo pagos até o fechamento de qualquer transação e que os funcionários tenham um emprego futuro com qualquer comprador em potencial”.

Fontes de notícias locais informam que após a venda a cadeia de restaurantes operará sob uma nova marca.

“Todos os ativos do McDonald's estão sendo vendidos, todos os empregos estão sendo mantidos, haverá uma nova marca, uma nova cadeia de fast-food que abrirá nos locais onde o McDonald's costumava funcionar”, relata a mídia local, citando fontes oficiais.

Em março, o McDonald's anunciou que estava fechando seus restaurantes na Rússia e suspendendo as operações em resposta à agressão russa não provocada contra Ucrânia, prometendo que os funcionários continuariam a ser pagos.

Sobre o autor

Harry johnson

Harry Johnson foi o editor de atribuição de eTurboNews por mais de 20 anos. Ele mora em Honolulu, Havaí, e é originário da Europa. Ele gosta de escrever e cobrir as notícias.

Deixe um comentário

Compartilhar com...