Clique aqui para exibir SEUS banners nesta página e pague apenas pelo sucesso

Companhias Aéreas . Aeroporto . Aviação . Breaking Travel News . Viagem de negócios . Colômbia . Investimento . News . Pessoas . Reconstruindo . Responsável . Turismo . Transportes . Notícias de viagens . TENDÊNCIA

Colombiana Avianca e Vivi Air anunciam fusão

Colombiana Avianca e Vivi Air anunciam fusão
Colombiana Avianca e Vivi Air anunciam fusão
Escrito por Harry johnson

Duas grandes companhias aéreas colombianas anunciaram hoje que chegaram a um acordo para se fundir economicamente sob um grupo holding.

A Avianca SA, que é a companhia aérea de bandeira da Colômbia desde 5 de dezembro de 1919, quando foi inicialmente registrada sob o nome SCADTA, e a Viva Air Colombia – uma companhia aérea colombiana de baixo custo com sede em Rionegro, Antioquia, Colômbia, disseram que concordaram para se fundir, mantendo marcas e estratégias separadas.

O controle do Grupo Avianca das operações da Viva na Colômbia e no Peru estará sujeito às aprovações dos reguladores colombianos e peruanos.

De acordo com as transportadoras, a medida visa fornecer às companhias aéreas suporte e assistência adicionais em meio a uma crise global da indústria desencadeada pela pandemia do COVID-19.

“Os acionistas majoritários de ambas as companhias aéreas anunciam que a Viva fará parte do Avianca Group International Limited (Avianca Group), enquanto o membro fundador da Viva, Declan Ryan, se juntará ao conselho do novo grupo, trazendo toda a sua experiência em aviação”, disseram Avianca e Viva. numa declaração conjunta, emitida hoje.

Avianca completou uma reestruturação no final de 2021, o que lhe permitiu sair da falência do Capítulo 11. A companhia aérea tem mais de 110 aeronaves, com cerca de 12,000 funcionários.

Viva, que construiu uma reputação como uma importante companhia aérea de baixo custo na Colômbia e no Peru, tem 22 aviões e cerca de 1,200 funcionários.

Uma vez unidas, ambas as transportadoras estarão sob o guarda-chuva do mesmo grupo de companhias aéreas, mas manterão sua própria marca e estratégias de negócios individuais.

Sobre o autor

Harry johnson

Harry Johnson foi o editor de atribuição de eTurboNews por mais de 20 anos. Ele mora em Honolulu, Havaí, e é originário da Europa. Ele gosta de escrever e cobrir as notícias.

Deixe um comentário

Compartilhar com...