Clique aqui para exibir SEUS banners nesta página e pague apenas pelo sucesso

Companhias Aéreas . Aeroporto . associações . Aviação . Breaking Travel News . Viagem de negócios . Cruzeiros . Cultura . Destino . Indústria Hoteleira . Hotéis e resorts . News . Pessoas . Resorts . Responsável . minha . Tecnologia . Turismo . Turista . Transportes . Notícias de viagens . TENDÊNCIA . EUA

Influenciador de viagens processado pela Travelers United por publicidade enganosa

Influenciador de viagens processado pela Travelers United por publicidade enganosa
A Travelers United está processando a influenciadora de viagens Cassandra De Pecol e sua LLC Expedition 196 por publicidade injusta e enganosa
Escrito por Harry johnson

A Travelers United está processando a influenciadora de viagens Cassandra De Pecol e sua LLC Expedition 196 por publicidade injusta e enganosa em violação à Lei de Procedimentos de Proteção ao Consumidor (CPPA) do Distrito de Columbia.

Este é o primeiro processo sem fins lucrativos contra um influenciador por publicidade enganosa. A Federal Trade Commission (FTC) não agiu com pressa na aplicação de publicidade em mídia social, então a Travelers United se sentiu compelida a trazer essa ação de procurador geral particular no Tribunal Superior de DC.

“A Travellers United está se posicionando contra a publicidade enganosa nas mídias sociais”, diz Lauren Wolfe, Conselheira de Travellers United.

“É uma violação da lei quando os influenciadores fazem alegações para aumentar sua contagem de seguidores. Além disso, viola a lei para influenciadores empurrar produtos e promover marcas sem divulgar que estão sendo pagos para isso. A cultura tóxica de publicidade não divulgada e alegações falsas de influenciadores precisa acabar.”

Incluídos nas falsas alegações de De Pecol estão os seguintes:

  • De Pecol afirmou falsamente que ela é a primeira mulher a viajar para todos os países. Ela não é a primeira mulher a viajar para todos os países.
  • De Pecol regularmente anuncia e promove produtos sem revelar que está sendo paga para promover esses produtos.
  • De Pecol cobra US$ 4,500 por uma postagem no Instagram.

Além disso, De Pecol está potencialmente inventando patrocínios que não existem na realidade para que ela pareça mais interessante e aventureira do que realmente é. De Pecol afirma ser o “primeiro astronauta patrocinado a viajar para o espaço com a Virgin Galactic”. Ninguém em Virgin Galactic confirmaria esta afirmação. Patrocínios inventados não foram abordados pela FTC, mas fingir que existe um patrocínio quando não existe é uma violação do CPPA do Distrito.

“Travelers United está preocupado com a crescente proeminência de influenciadores de viagens com falsas alegações e patrocínios enganosos que estão se infiltrando em todos os aspectos da vida americana”, acrescenta Wolfe. “A Meta, dona do Instagram, deve tomar medidas mais proativas para remover a desinformação de sua plataforma.”

A Travelers United exige uma correção em todas as 325 postagens do Instagram e sete TikToks que violam as orientações da FTC sobre influência nas mídias sociais e a remoção de qualquer referência a ela ser a primeira mulher a viajar para todos os países em todos os seus canais de mídia social. Solicitamos que a NBC e a CNN retirem seus artigos de De Pecol. Sugerimos fortemente que Gillette Venus Razors, Quest Nutrition, Marriott Hotels e GoDaddy corrijam seus anúncios que incluem De Pecol ou os removam completamente.

Notícias relacionadas

Sobre o autor

Harry johnson

Harry Johnson foi o editor de atribuição de eTurboNews por mais de 20 anos. Ele mora em Honolulu, Havaí, e é originário da Europa. Ele gosta de escrever e cobrir as notícias.

Deixe um comentário

Compartilhar com...