Notícias

Royal Caribbean quantifica o impacto financeiro do incêndio do Grandeur of the Seas

0a12_215
0a12_215
Escrito por editor

MIAMI, Flórida - A Royal Caribbean Cruises Ltd. quantificou hoje o impacto financeiro do incêndio do Grandeur of the Seas.

Imprimir amigável, PDF e e-mail

MIAMI, Flórida - A Royal Caribbean Cruises Ltd. quantificou hoje o impacto financeiro do incêndio do Grandeur of the Seas.

Em 27 de maio de 2013, o navio Grandeur of the Seas da Royal Caribbean Cruises Ltd. sofreu um incêndio em uma área industrial na popa do navio. A empresa retirou a embarcação de serviço e espera que demore cerca de seis semanas para concluir os esforços de reparo. A empresa estima que o impacto financeiro direto desse evento, líquido de seguros, seja uma redução de US $ 0.10 por ação. “A extensão do impacto financeiro foi relativamente alta porque as viagens afetadas ocorreram durante a alta temporada de verão”, disse Jason Liberty, vice-presidente sênior e diretor financeiro. O navio deve retornar ao serviço em 12 de julho de 2013, data de partida.

“Estamos gratos que ninguém se feriu e que os sistemas de segurança e conforto funcionaram exatamente como projetado”, disse Adam Goldstein, presidente e CEO da Royal Caribbean International. “Estendo minha gratidão à nossa tripulação que teve um desempenho tão bom, bem como aos nossos convidados que foram cooperativos, compreensivos e muito elogiosos com a equipe de bordo durante todo o tempo”, continuou Goldstein.

Royal Caribbean Cruises Ltd. é uma empresa global de cruzeiros de férias proprietária da Royal Caribbean International, Celebrity Cruises, Pullmantur, Azamara Club Cruises e CDF Croisieres de France, bem como da TUI Cruises por meio de uma joint venture de 50%. Juntas, essas seis marcas operam um total combinado de 41 navios. Eles operam diversos itinerários ao redor do mundo que atendem a aproximadamente 460 destinos em todos os sete continentes.

Imprimir amigável, PDF e e-mail

Sobre o autor

editor

O editor-chefe é Linda Hohnholz.