Ministério da Saúde de Belize anuncia primeiro caso de COVID-19

Leia-nos | Nos escute | Assista-nos |Eventos | Subscrever|


Afrikaans Afrikaans Albanian Albanian Amharic Amharic Arabic Arabic Armenian Armenian Azerbaijani Azerbaijani Basque Basque Belarusian Belarusian Bengali Bengali Bosnian Bosnian Bulgarian Bulgarian Cebuano Cebuano Chichewa Chichewa Chinese (Simplified) Chinese (Simplified) Corsican Corsican Croatian Croatian Czech Czech Dutch Dutch English English Esperanto Esperanto Estonian Estonian Filipino Filipino Finnish Finnish French French Frisian Frisian Galician Galician Georgian Georgian German German Greek Greek Gujarati Gujarati Haitian Creole Haitian Creole Hausa Hausa Hawaiian Hawaiian Hebrew Hebrew Hindi Hindi Hmong Hmong Hungarian Hungarian Icelandic Icelandic Igbo Igbo Indonesian Indonesian Italian Italian Japanese Japanese Javanese Javanese Kannada Kannada Kazakh Kazakh Khmer Khmer Korean Korean Kurdish (Kurmanji) Kurdish (Kurmanji) Kyrgyz Kyrgyz Lao Lao Latin Latin Latvian Latvian Lithuanian Lithuanian Luxembourgish Luxembourgish Macedonian Macedonian Malagasy Malagasy Malay Malay Malayalam Malayalam Maltese Maltese Maori Maori Marathi Marathi Mongolian Mongolian Myanmar (Burmese) Myanmar (Burmese) Nepali Nepali Norwegian Norwegian Pashto Pashto Persian Persian Polish Polish Portuguese Portuguese Punjabi Punjabi Romanian Romanian Russian Russian Samoan Samoan Scottish Gaelic Scottish Gaelic Serbian Serbian Sesotho Sesotho Shona Shona Sindhi Sindhi Sinhala Sinhala Slovak Slovak Slovenian Slovenian Somali Somali Spanish Spanish Sudanese Sudanese Swahili Swahili Swedish Swedish Tajik Tajik Tamil Tamil Thai Thai Turkish Turkish Ukrainian Ukrainian Urdu Urdu Uzbek Uzbek Vietnamese Vietnamese Xhosa Xhosa Yiddish Yiddish Zulu Zulu
Ministério da Saúde de Belize anuncia primeiro caso de COVID-19

A Ministério da Saúde de Belize anuncia o primeiro caso confirmado de Covid-19 no país. A paciente é uma mulher de 38 anos, nacional de Belize, que reside em San Pedro.

O paciente chegou a Belize na quinta-feira, 19 de marçoth, e procurou atendimento médico em uma unidade de saúde privada com sintomas na sexta-feira, 20 de marçoth. Sua história de viagens recente mostra que ela viajou de Los Angeles, Califórnia, e transitou pelo Texas. Com base nesse histórico de viagens e nos sintomas que ela apresentou, o sistema de saúde de Belize foi alertado e o devido processo e protocolo foram iniciados. Todas as precauções necessárias foram tomadas na extremidade do Ministério.

A amostra foi processada para outros vírus da gripe e uma triagem inicial para COVID-19 foi realizada ao mesmo tempo. Foi confirmado como positivo para COVID-19 aproximadamente às 10h45 de domingo, 22 de marçond.

A infecção do paciente parece estar relacionada a viagens e as medidas necessárias estão sendo tomadas para conter a disseminação pela comunidade. As medidas iniciais incluem:

  • Envio de duas equipes de saúde a San Pedro para continuar o exercício de mapeamento de todos os contatos potenciais;
  • A identificação oportuna e rastreamento de contato para todas as pessoas potencialmente expostas; e
  • Transferência das tarefas de saúde na Policlínica de San Pedro.

Além das restrições já implementadas, o Governo de Belize vai agora ampliar as restrições e recomendações para residentes / não residentes da ilha de San Pedro para prevenir a disseminação da comunidade.

De acordo com os padrões internacionais, o Ministério da Saúde notificará a Organização Mundial da Saúde e a Organização Pan-Americana da Saúde por meio da plataforma do Regulamento Sanitário Internacional.

No momento, a equipe de vigilância ainda está conduzindo investigações com a paciente para determinar o nível de contato que ela pode ter tido com outras pessoas. Essas pessoas agora podem ser isoladas, testadas e monitoradas de perto por 14 dias, e pode incluir quarentena obrigatória.

O Ministério continua a investigar e relatar quaisquer casos suspeitos. Há um monitoramento contínuo dos pontos de entrada de Belize e a revisão e ajuste de métodos ou protocolos para fortalecer ainda mais os métodos de prevenção e precaução, insistindo em métodos de auto-isolamento e quarentena obrigatória conforme os casos possam exigir.

O público é aconselhado a manter a calma e a continuar a seguir todas as mensagens de prevenção necessárias. Continue a lavar as mãos frequentemente com sabão e água limpa, cubra a boca ao tossir e espirrar e evitar o contato próximo com quem está doente. Todas as pessoas com sintomas semelhantes aos da gripe devem ficar em casa, isolar-se e ligar para a linha direta 0-800-MOH-CARE para obter mais orientações.

Imprimir amigável, PDF e e-mail