Leia-nos | Nos escute | Assista-nos | Regista-te em Eventos ao vivo | Desligue os anúncios | Viver |

Clique no seu idioma para traduzir este artigo:

Afrikaans Afrikaans Albanian Albanian Amharic Amharic Arabic Arabic Armenian Armenian Azerbaijani Azerbaijani Basque Basque Belarusian Belarusian Bengali Bengali Bosnian Bosnian Bulgarian Bulgarian Cebuano Cebuano Chichewa Chichewa Chinese (Simplified) Chinese (Simplified) Corsican Corsican Croatian Croatian Czech Czech Dutch Dutch English English Esperanto Esperanto Estonian Estonian Filipino Filipino Finnish Finnish French French Frisian Frisian Galician Galician Georgian Georgian German German Greek Greek Gujarati Gujarati Haitian Creole Haitian Creole Hausa Hausa Hawaiian Hawaiian Hebrew Hebrew Hindi Hindi Hmong Hmong Hungarian Hungarian Icelandic Icelandic Igbo Igbo Indonesian Indonesian Italian Italian Japanese Japanese Javanese Javanese Kannada Kannada Kazakh Kazakh Khmer Khmer Korean Korean Kurdish (Kurmanji) Kurdish (Kurmanji) Kyrgyz Kyrgyz Lao Lao Latin Latin Latvian Latvian Lithuanian Lithuanian Luxembourgish Luxembourgish Macedonian Macedonian Malagasy Malagasy Malay Malay Malayalam Malayalam Maltese Maltese Maori Maori Marathi Marathi Mongolian Mongolian Myanmar (Burmese) Myanmar (Burmese) Nepali Nepali Norwegian Norwegian Pashto Pashto Persian Persian Polish Polish Portuguese Portuguese Punjabi Punjabi Romanian Romanian Russian Russian Samoan Samoan Scottish Gaelic Scottish Gaelic Serbian Serbian Sesotho Sesotho Shona Shona Sindhi Sindhi Sinhala Sinhala Slovak Slovak Slovenian Slovenian Somali Somali Spanish Spanish Sudanese Sudanese Swahili Swahili Swedish Swedish Tajik Tajik Tamil Tamil Thai Thai Turkish Turkish Ukrainian Ukrainian Urdu Urdu Uzbek Uzbek Vietnamese Vietnamese Xhosa Xhosa Yiddish Yiddish Zulu Zulu

Martinica monitorando a entrada para evitar a propagação de COVID-19

Martinica monitorando a entrada para evitar a propagação de COVID-19
Martinica monitorando a entrada para evitar a propagação de COVID-19
Escrito por editor

A Autoridade de Turismo da Martinica, o Porto da Martinica e o Aeroporto Internacional da Martinica estão monitorando de perto os pontos de entrada da ilha para evitar que disseminação do coronavírus COVID-19 e garantir a segurança de seus moradores e visitantes.

Conforme relatado pelo diretor da Agência Regional de Saúde (ARS), a ilha está e permanece no Estágio 1 de um protocolo de prevenção de 3 estágios estabelecido pelo governo francês em 2009 após a epidemia de gripe H1N1. O estágio 1 é a prevenção e todos os procedimentos e medidas de proteção estão em vigor:

  • Todos os passageiros do cruzeiro que desembarcam estão sendo sistematicamente selecionados. Anchorage, para desembarcar em barcos de luxo menores, não é mais permitido. Eles devem ir aos terminais portuários para serem examinados pela Agência Regional de Saúde da Martinica. Os protocolos de segurança são publicados e implementados em todas as marinas e pequenos portos.
  • Desde quinta-feira, 5 de março de 2020, as medidas sanitárias estão a ser aplicadas pela Agência Regional de Saúde da Martinica com a presença de bombeiros.
  • Desde 29 de fevereiro de 2020, avisos de prevenção foram publicados no aeroporto e desde 4 de março, os passageiros das companhias aéreas recebem esses avisos antes do pouso
  • Inspetores sanitários adicionais foram posicionados no aeroporto
  • O principal hospital da Martinica está preparado para qualquer mudança nesta crise sanitária, preparou unidades de isolamento e expandiu suas capacidades de teste

No dia 10 de março, 3 casos confirmados de COVID-19 foram anunciados pela Agência Regional de Saúde (ARS) na Martinica. Esses 3 casos estão atualmente isolados no Hospital CHU Martinique, La Meynard, em uma unidade especial de quarentena protegida.

Uma divisão de crise foi imediatamente acionada pelo ARS, para buscar, identificar e monitorar os casos de contato: pessoas que tiveram contato próximo e prolongado com pacientes infectados.

Em antecipação a este surto global, o ARS e o Hospital CHU Martinique têm se preparado proativamente para o caso de confirmação do caso na ilha.

Falando a este respeito, o director da Autoridade de Turismo da Martinica, François Languedoc-Baltus, referiu que “é muito importante que os nossos hóspedes estejam cientes de que as autoridades regionais e de turismo estão preparadas e deram nas últimas semanas todas as medidas necessárias para prevenir e conter o vírus. ” Ele acrescentou que “a Martinica tem um dos melhores hospitais e sistemas de saúde do Caribe - no mesmo nível da França continental e da UE”

Enquanto isso, a população local e os visitantes são lembrados de seguir as recomendações estabelecidas para prevenir a infecção. Esses incluem:

  • Lavar as mãos regularmente com água e sabão ou um desinfetante para as mãos à base de álcool
  • Cubra o nariz e a boca com um lenço de papel ao tossir ou espirrar e jogue fora após o uso ou tussa ou espirre no cotovelo, não nas mãos.
  • Evite contato próximo com qualquer pessoa que apresente sintomas de doenças respiratórias, como tosse e espirros.
  • Se tiver sintomas de gripe, não vá ao médico ou hospital para evitar a propagação do vírus e chame o serviço de emergência, o SAMU (disque 15) e compartilhe seu histórico de viagens. Eles enviarão um especialista para avaliar seus sintomas.

Para atualizações e mais informações sobre o COVID-19 e as medidas em vigor na Martinica, visite o site da ARS http://www.martinique.gouv.fr/Politiques-publiques/Environnement-sante-publique/Sante/Les-informations-sur-le-Coronavirus-COVID-19

Imprimir amigável, PDF e e-mail