Notícias de última hora da Austrália . Últimas notícias internacionais . Breaking Travel News . Viagem de negócios . Crime . Notícias de Saúde . Indústria Hoteleira . Hotéis e resorts . Notícias . Pessoas . Responsável . Segurança . Turismo . Atualização de destino de viagem . Notícias de viagens

Hotel de quarentena COVID-19 incendiado na Austrália

Hotel de quarentena COVID-19 incendiado na Austrália
Hotel de quarentena COVID-19 incendiado na Austrália
Escrito por Harry johnson

A polícia prendeu uma mulher de 31 anos, que supostamente acendeu um fogo debaixo de sua cama, colocando fogo em um hotel onde ela e seus dois filhos foram colocados em quarentena por quatorze dias.

Imprimir amigável, PDF e e-mail

Um grande incêndio engolfou o último andar do Pacific Hotel, na cidade de Cairns, no nordeste Austrália, forçando a evacuação de mais de 160 hóspedes do hotel.

A polícia prendeu uma mulher de 31 anos, que supostamente acendeu um fogo debaixo de sua cama, colocando fogo em um hotel onde ela e seus dois filhos foram colocados em quarentena por quatorze dias.

A mulher foi acusada de incêndio criminoso por Queensland autoridades.

Não houve feridos, mas os danos ao prédio foram 'significativos' e forçaram as autoridades a realocar as pessoas para outras instalações de quarentena do COVID-19.

As autoridades disseram que uma mulher acendeu um incêndio depois de passar apenas “alguns dias” da quarentena obrigatória de duas semanas dentro do hotel depois de cruzar para Queensland vindo de outro estado. 

Antes do incidente, ela também teria causado outros problemas não especificados para a equipe durante sua estada.

Seus dois filhos foram levados sob proteção policial, enquanto a mulher foi acusada de incêndio criminoso e danos intencionais, e deve comparecer ao tribunal hoje.

Ao longo da pandemia COVID-19, Austrália registrou cerca de 2,000 mortes ao recorrer a algumas das medidas de bloqueio e quarentena mais draconianas do mundo, afetando não apenas as viagens internacionais, mas também interestaduais, em uma tentativa de manter as infecções o mais baixo possível até que a maioria da população seja vacinada.

Assim que o país finalmente se preparava para reabrir suas fronteiras para migrantes qualificados e estudantes em 1º de dezembro, os primeiros casos da nova variante do coronavírus Omicron foram detectados em viajantes do sul da África, potencialmente prejudicando o plano.

Imprimir amigável, PDF e e-mail

Sobre o autor

Harry johnson

Harry Johnson foi o editor de atribuição de eTurboNews por quase 20 anos. Ele mora em Honolulu, Havaí, e é originário da Europa. Ele gosta de escrever e cobrir notícias.

Deixe um comentário