Conselho de Turismo Africano . Breaking International News . Breaking Travel News . Crime . Notícias do Governo . Notícias . Pessoas . Responsável . Segurança . Turismo . Transportes . Atualização de destino de viagem . Travel Wire News . tendência Agora . Notícias de última hora de Uganda

Uma pessoa morta, vários feridos na explosão de ônibus em Uganda

Uma pessoa morta, vários feridos na explosão de um ônibus em Uganda.
Uma pessoa morta, vários feridos na explosão de um ônibus em Uganda.
Escrito por Harry johnson

A explosão do ônibus aconteceu apenas dois dias depois de um atentado mortal que matou uma pessoa e feriu três em um restaurante à beira de uma estrada na capital Kampala no sábado, que a polícia chamou de “ato de terror doméstico”.

Imprimir amigável, PDF e e-mail
  • Uma explosão no ônibus perto de Kampala mata uma pessoa e fere várias outras.
  • Ataque de ônibus segue o bombardeio mortal em Kampala, reivindicado pelo ISIL (ISIS), que matou um e feriu três.
  • Especialistas em bombas da polícia de Uganda estão investigando a cena da explosão do ônibus em Lungala.

A força policial de Uganda anunciou que uma pessoa foi morta e várias pessoas ficaram feridas na explosão de um ônibus perto da capital do país, Kampala.

Uma explosão mortal em um ônibus da empresa Swift Safaris aconteceu hoje, por volta das 5 horas locais.

A explosão do ônibus aconteceu apenas dois dias depois de um atentado mortal que matou uma pessoa e feriu três em um restaurante à beira de uma estrada na capital Kampala no sábado, que a polícia chamou de “ato de terror doméstico”.

Três pessoas entraram no restaurante onde a carne de porco é grelhada e deixaram um saco plástico com o conteúdo que depois explodiu.

A polícia não anunciou nenhuma prisão.

O grupo ISIL (ISIS) assumiu a responsabilidade pelo ataque a Kampala.

Especialistas em bombas da polícia de Uganda foram enviados ao local do bombardeio em Lungala para investigar a explosão.

Lungala fica a cerca de 35 km (22 milhas) a oeste de Kampala, em uma das estradas mais movimentadas do país, ligando Uganda à Tanzânia, Ruanda, Burundi e a República Democrática do Congo.

De acordo com o porta-voz da polícia, a cena foi isolada enquanto se aguarda uma avaliação completa e investigação pelos especialistas em bombas, e a polícia fornecerá atualizações periódicas sobre o incidente.

A Polícia de Uganda também emitiu uma correção dizendo que uma pessoa havia sido morta no ataque, depois que o comunicado anterior dizia que duas pessoas haviam morrido.

O presidente de Uganda, Yoweri Museveni, em um tweet, disse que a “caça” aos perpetradores continua e que as “pistas são claras e abundantes”.

Imprimir amigável, PDF e e-mail

Sobre o autor

Harry johnson

Harry Johnson foi o editor de atribuição de eTurboNews por quase 20 anos. Ele mora em Honolulu, Havaí, e é originário da Europa. Ele gosta de escrever e cobrir notícias.

Deixe um comentário