Breaking European News . Breaking International News . Breaking Travel News . Viagem de negócios . Notícias de última hora da França . Notícias . Responsável . Turismo . tendência Agora

Congresso Mundial de Conservação da IUCN: Nova Ação Sustentável

O primeiro-ministro francês, Macron, fala na abertura do Congresso da IUCN
Escrito por Linda S. Hohnholz

A União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) encerrou seu Congresso Mundial de Conservação quadrienal esta semana - um ano mais tarde do que o planejado originalmente devido à crise do COVID-19.

Imprimir amigável, PDF e e-mail
  1. Foi uma agenda completa e produtiva para a conferência de 9 dias da União Internacional para a Conservação da Natureza realizada em Marselha, França.
  2. Foram 4 cúpulas que aconteceram durante esse período, com o objetivo de inspirar e revigorar.
  3. As 4 cúpulas apresentadas foram: Cúpula dos Povos Indígenas, Cúpula Global da Juventude, Cúpula do CEO e Cúpula de Ação Local.

Ao longo da conferência de 9 dias, os membros da IUCN votaram em 39 moções, eleitas nova liderança, e aprovou o próximo programa da IUCN para 2021-2024, que será denominado Nature 2030: União em Ação. Durante esse tempo, também, aconteceram 4 cúpulas separadas - o Cúpula dos Povos Indígenas, pela Global Youth Summit, pela Cúpula do CEO, e as Cúpula de Ação Local, tudo com o objetivo de inspirar e revigorar os vários grupos com os quais a IUCN trabalha.

A EcoGo compareceu à conferência apoiando 3 moções - Moção 003 - Estabelecendo uma Comissão de Mudança Climática (ou Estabelecendo uma Plataforma Global de Ação para a Crise Climática da IUCN) da Hawai'i Conservation Alliance Foundation e Our Drowning Voices; Movimento 101 - Definição de alvos de conservação baseados em áreas com base em evidências do que a natureza e as pessoas precisam para prosperar, patrocinado pela The WILD Foundation e Yellowstone to Yukon Conservation Initiative; e Movimento 130 - Fortalecimento do papel do turismo sustentável na conservação da biodiversidade e resiliência da comunidade, proposto pelo Grupo de Especialistas em Turismo e Áreas Protegidas da WCPA (uma comissão da IUCN). Ambos passaram, como pode ser visto por os resultados da votação.

Pamela em Aix en Provence

O movimento 130 cobre a criação de turismo sustentável como um tópico e a integração de eventos e atividades de turismo baseado na natureza em futuros congressos e conferências da IUCN, apela para a criação de um grupo de trabalho intercomissão focado no papel do turismo sustentável na conservação da biodiversidade e resiliência da comunidade, e insta outras comissões para incluir o turismo sustentável em seus esforços futuros. A WCPA e todos os co-patrocinadores foram parabenizados por isso.

O Motion 101 demorou muito para ser feito e passou graças aos esforços incansáveis ​​de Vance Martin e sua equipe. Como as mudanças climáticas impulsionam a necessidade absoluta de ação, esses são os tipos de diretrizes necessárias para proteger a natureza - a chave para a sobrevivência.

Jehoshua Shapiro, Jessica Hughes e Pamela Lanier no jantar do CEC

O movimento 003 foi altamente debatido. Os proponentes queriam a criação de uma Comissão de Mudanças Climáticas, mas na revisão do órgão de revisão da IUCN, a linguagem foi alterada para ter uma força-tarefa, em vez de uma comissão criada. Leia a resposta de “Our Drowning Voices” a essa mudança aqui. Êxtase a linguagem foi alterada em uma revisão posterior para “Estabelecendo uma Plataforma Global de Ação para a Crise Climática da IUCN” ou criando uma Comissão. A moção foi aprovada no 8º e último debate e votação da conferência, embora ainda não se saiba como será.

A IUCN também concordou com um novo manifesto para o próximo período de quatro anos, com foco na recuperação da COVID-19 e na redução da perda de biodiversidade.

Imprimir amigável, PDF e e-mail

Sobre o autor

Linda S. Hohnholz

Linda Hohnholz foi editora-chefe de eTurboNews durante muitos anos.
Ela adora escrever e prestar atenção aos detalhes.
Ela também é responsável por todo o conteúdo premium e comunicados à imprensa.

Deixe um comentário