Rússia retoma voos para Japão, Sérvia e Cuba

Leia-nos | Nos escute | Assista-nos |Eventos | Subscrever|


Afrikaans Afrikaans Albanian Albanian Amharic Amharic Arabic Arabic Armenian Armenian Azerbaijani Azerbaijani Basque Basque Belarusian Belarusian Bengali Bengali Bosnian Bosnian Bulgarian Bulgarian Cebuano Cebuano Chichewa Chichewa Chinese (Simplified) Chinese (Simplified) Corsican Corsican Croatian Croatian Czech Czech Dutch Dutch English English Esperanto Esperanto Estonian Estonian Filipino Filipino Finnish Finnish French French Frisian Frisian Galician Galician Georgian Georgian German German Greek Greek Gujarati Gujarati Haitian Creole Haitian Creole Hausa Hausa Hawaiian Hawaiian Hebrew Hebrew Hindi Hindi Hmong Hmong Hungarian Hungarian Icelandic Icelandic Igbo Igbo Indonesian Indonesian Italian Italian Japanese Japanese Javanese Javanese Kannada Kannada Kazakh Kazakh Khmer Khmer Korean Korean Kurdish (Kurmanji) Kurdish (Kurmanji) Kyrgyz Kyrgyz Lao Lao Latin Latin Latvian Latvian Lithuanian Lithuanian Luxembourgish Luxembourgish Macedonian Macedonian Malagasy Malagasy Malay Malay Malayalam Malayalam Maltese Maltese Maori Maori Marathi Marathi Mongolian Mongolian Myanmar (Burmese) Myanmar (Burmese) Nepali Nepali Norwegian Norwegian Pashto Pashto Persian Persian Polish Polish Portuguese Portuguese Punjabi Punjabi Romanian Romanian Russian Russian Samoan Samoan Scottish Gaelic Scottish Gaelic Serbian Serbian Sesotho Sesotho Shona Shona Sindhi Sindhi Sinhala Sinhala Slovak Slovak Slovenian Slovenian Somali Somali Spanish Spanish Sudanese Sudanese Swahili Swahili Swedish Swedish Tajik Tajik Tamil Tamil Thai Thai Turkish Turkish Ukrainian Ukrainian Urdu Urdu Uzbek Uzbek Vietnamese Vietnamese Xhosa Xhosa Yiddish Yiddish Zulu Zulu
Auto Projecto

A Rússia anunciou que retomará voos com mais três países: Sérvia, Japão e Cuba.

Segundo despacho do chefe do governo da Rússia, serão operados voos duas vezes por semana nas rotas Moscou - Belgrado, Moscou - Cayo Coco e Moscou - Santa Clara. Além disso, a partir de 1º de novembro, os voos para Tóquio serão operados três vezes por semana (dois de Moscou e um de Vladivostok).

As autoridades afirmam que a decisão foi tomada com base nos critérios anteriormente expressos (40 novos casos de infecção em 14 dias por 100 mil habitantes, não mais de 1% em 14 dias de aumento diário de novos casos e a propagação do coronavírus em 7 dias não mais do que 1) e com base nos princípios da reciprocidade.

Além disso, é relatado que a frequência de voos da Rússia para a Suíça, Bielo-Rússia, Emirados Árabes Unidos e Maldivas será aumentada.

Assim, a frequência dos voos nas rotas Zurique - Moscovo - Zurique e Moscovo - Genebra - Moscovo aumenta em um voo, bem como os voos Zurique - São Petersburgo - Zurique e São Petersburgo - Genebra - São Petersburgo são retomados (uma vez uma semana) …

Decidiu-se aumentar a frequência de voos para quatro por semana na rota Moscou - aeroporto de Velana. O vôo Moscou - Abu Dhabi será operado duas vezes por semana, e o vôo Moscou - Minsk será operado três vezes por semana.

Autoridades da aviação russa disseram que continuam monitorando a situação e trabalhando para expandir a lista de países com os quais o tráfego aéreo pode ser retomado.

Imprimir amigável, PDF e e-mail